Atenção: nova regra para parcelamento de tributos passou a valer no começo do mês

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Agora, as micro e pequenas empresas optantes pelo simples nacional ou micro empreendedores individuais podem realizar mais de um parcelamento de débito por ano.

Até o mês passado (10/2020) o parcelamento de débitos do contribuinte enquadrado no Simples Nacional ou no MEI (Micro Empreendedor Individual) era concedido apenas uma vez ao ano, com parcelas mínimas de r$ 300,00 para Simples Nacional e r$ 50,00 para MEI.  Sendo o prazo máximo de 60 meses atualizados pela taxa selic e o deferimento do acordo condicionado ao pagamento da primeira parcela.

Pelas novas regras, que entraram em vigor a partir do dia 01 de novembro, é possível reparcelar débitos de parcelamentos em andamento ou que tenham sido rescindidos. Nessa hipótese, o contribuinte deverá desistir expressamente de eventual parcelamento em vigor.

Com a nova regra, a característica que passou por uma maior modificação foi valor de primeira parcela do novo parcelamento

De acordo com a instrução normativa rfb nº 1981, de 09 de outubro de 2020, publicada em 13 de outubro de 2020 no diário oficial da união, ficou estabelecida uma nova redação sobre a instrução normativa rfb nº 1508/2014 que dispõe sobre os parcelamentos de débitos derivados do regime unificado de tributação (simples nacional) ou recolhimento de valores fixos mensais de tributos (MEI).

 

Para que o reparcelamento seja deferido, o contribuinte deve fazer o pagamento da primeira parcela que passará a ter um valor correspondente a:

I – a 10% (dez por cento) do total dos débitos consolidados; ou

II – a 20% (vinte por cento) do total dos débitos consolidados caso haja débito com histórico de reparcelamento anterior.

  • 3º-A. Fica sujeito ao prazo máximo de 60 (sessenta) meses, previsto no caput do art. 1º, o reparcelamento a que se refere o § 2º.”

Tem outras dúvidas? Precisa de orientação sobre o parcelamento dos tributos? Fale conosco

Você também pode se interessar

O que é BPO Financeiro e como ele pode ajudar a sua empresa

O Business Process Outsourcing, (BPO) ou Terceirização de Processos de Negócios, é o serviço de gestão terceirizada de um processo específico. No caso, o BPO Financeiro é quando você contrata uma empresa terceira para realizar a gestão das finanças do seu negócio.

Como ser competitivo no mercado terceirizando as operações contábeis

A contabilidade consultiva já é uma realidade. Não dá para negar! O contador consultor tem se tornado peça essencial para os empresários, já que além de todo o conhecimento técnico e burocrático, também é capaz de desempenhar um papel mais estratégico, auxiliando as tomadas de decisão.

5 motivos para você investir em uma franquia de contabilidade

Para quem tem o sonho de montar um escritório contábil, abrir uma franquia de contabilidade é uma das melhores opções no mercado atualmente.

Interessado? Assine nossa Newsletter

Deixe seu contato que vamos retornar com você o mais breve possível