Contribui para a recuperação de créditos tributários e preservação do caixa; Evita o desperdício de recursos; Aponta a possibilidade de uso de incentivos ou benefícios fiscais; Revisa a estrutura financeira e operacional do negócio; Identifica eventuais irregularidades na atuação, antecipando-se para corrigir falhas que poderiam gerar multas e penalidades; Indica a adoção do regime tributário mais vantajoso; Orienta a revisão de processos, a fim de garantir mais eficiência operacional.